Passar para o conteúdo principal
Início

FlexiRecover

aspas

O objetivo principal deste projeto consiste no desenvolvimento de um processo de produção de polióis a partir de resíduos e subprodutos de espumas flexíveis de poliuretano, com qualidade para poderem ser reincorporados na produção de novas espumas, com uma percentagem de 10-20% do total de poliol virgem utilizado e cujos setores de aplicação são os fabricantes de espumas flexíveis de PU.

Homepage

O objetivo principal deste projeto consiste no desenvolvimento de um processo de produção de polióis a partir de resíduos e subprodutos de espumas flexíveis de poliuretano, com qualidade para poderem ser reincorporados na produção de novas espumas, com uma percentagem de 10-20% do total de poliol virgem utilizado e cujos setores de aplicação são os fabricantes de espumas flexíveis de PU.

Caso se avance para a industrialização deste processo e se consubstancie o investimento que se prevê vir a envolver todos os elementos do consórcio, deverá ser criada uma Spin off que inicialmente poderá dar resposta ao mercado Português e, em segunda instância, ao mercado Ibérico. Existem outras aplicações para o resultado do projeto FlexiRecover, dado que os polióis são precursores de uma vastíssima gama de produtos. Assim, outros sectores de aplicação poderão ser a indústria das espumas de PU rígidas, nomeadamente com aplicações como o isolamento, embalagem (proteção) e outras com um grau de exigência inferior nas propriedades mecânicas; e a indústria de CASE – coatings, adhesives, sealants and elastomers, entre outras... Para atingir estes objetivos, o projeto engloba as seguintes etapas:

  • Estudos preliminares;
  • Desenvolvimento dos processos de produção e separação de polióis à escala laboratorial;
  • Ensaios à escala laboratorial;
  • Ensaios Piloto;
  • Estudos de scale up para produção de PUF;
  • Ensaios industriais.

Assim, no pós-projeto, perspetiva-se a construção de uma unidade de produção industrial de polióis a partir de resíduos de PUF em Portugal, conduzindo a um efeito em cadeia de criação de postos de trabalho, sobretudo qualificado, contribuindo de forma pró-activa para a competitividade da empresa, da região onde esta se insere e, em última instância, do país, através do incremento da taxa e do volume de exportações.